Atenção, as inscrições foram prorrogadas até o dia 04/10: Sociologia Política, Cinema e Subjetividade Social

17/08/2017 16:21

Curso: Sociologia Política, Cinema e Subjetividade Social

Ministrantes: Prof.. Dr. Iraldo Matias e Dr. José Carlos Mendonça

Período: 05/10/2017 a 16/11/2017

Público preferencial: Estudantes de licenciaturas ou de pedagogia, coordenadores/diretores de colégios e professores do ensino médio (de qualquer disciplina).

Ementa: Síntese das principais teorias sobre cinema; cinema e ideologia; cinema e educação.

Faça aqui sua inscrição!

AGENDA CURSOS LEFIS – Semestre 2017.2

02/08/2017 12:21

 

As figuras da Lição e do Mestre/Professor

Prof. Dr. Vinícius Vicenzi (Doutor em Filosofia da Educação em Portugal (Universidade do Porto)

Período: 28/08/2017 às 18/09/2017

Carga horária: 20 horas/aula

Modalidade: Semi-presencial (10 horas/aula presencial e 10 horas/aula online)

Encontros presenciais: Segundas feiras 28/08 – 4/09 – 11/09 – 18/09 (das 14:00h às 16:30h)

Local: E.E.B. Simão Hess, sala LEFIS

Número de vagas: 20

curso 1_licao_professor_LEFIS Prof. Vinicius

Para fazer sua inscrição click aqui.

 ________________________________________________________

Curso: Filosofia e questões de gênero

 

Dra. Janyne Sattler  (Professora Departamento de Filosofia, PPG Filosofia, UFSC)

Período: 31/08/2017 a 05/10/2017

Carga horária: 20 horas/aula

Modalidade: Presencial

Encontros presenciais: Quintas feiras 31/08 – 14/09 – 21/09 – 28/09 – 05/10 (das 14:00h às 18:00h)

Local: E.E.B. Simão Hess, sala LEFIS

Número de vagas: 20 – preferencialmente professore(a)s do ensino médio

Ementa: Estudo das questões de gênero no âmbito filosófico, teorias feministas clássicas e contemporâneas, o lugar das mulheres ao longo da história da filosofia.

 

Minicurso LEFIS Profa. Janyne Sattler

Para fazer sua inscrição click aqui.

17/07/2017 16:37

13º MUNDO DE MULHERES & FAZENDO GÊNERO 11

Em 2017, o Instituto de Estudos de Gênero da Universidade Federal de Santa Catarina (Florianópolis, Brasil) irá sediar, junto com o Seminário Internacional Fazendo Gênero 11, a 13ª edição Women’s Worlds Congress, que terá lugar pela primeira vez na América do Sul. Este é um evento que reúne a cada três anos mulheres de todas as partes do mundo, tanto da academia como do ativismo. O encontro mobiliza setores diversos do feminismo, que vêm conquistando espaços nas últimas décadas, promovendo debates, releituras e autocríticas. A luta feminista é cotidiana, repleta de desafios, e ela se atualiza nas discussões promovidas em cada encontro, nas trocas de experiências, propostas de ação e no aprofundamento de situações locais.

Depois de passar por Israel, Holanda, Irlanda, Estados Unidos, Costa Rica, Austrália, Noruega, Uganda, Coreia, Espanha, Canadá e Índia, é a vez do Brasil sediar o Women’s Worlds Congress, em um único evento, com o Seminário Internacional Fazendo Gênero 11 de 30 de julho a 4 de agosto de 2017. A temática que norteará o encontro é “Transformações, Conexões, Deslocamentos”. Com isso, queremos alargar esse lugar de diálogo para uma perspectiva mundial, afastada da hierarquia Norte-Sul, ou seja, um espaço onde se possa ouvir outras vozes, novas propostas, valorizar saberes, ampliar horizontes de estudo e de ativismo. Desse modo, seremos capazes de pensar e propor perspectivas inclusivas para os estudos feministas e possibilidades de construção feminista.

 

CONFIRA AQUI A PROGRAMAÇÃO: http://www.fazendogenero.ufsc.br/wwc2017/

12/06/2017 11:20

Inscrições abertas para a III Semana de Ciências Sociais e Filosofia do CEFET-MG e para o I Seminário A Filosofia e a Sociologia na Educação Profissional

A Semana Acadêmica de Ciências Sociais e Filosofia é um evento organizado anualmente pelo Departamento de Ciências Sociais e Filosofia do CEFET-MG, voltado para a formação crítica dos alunos e alunas dessa instituição, nos níveis médio (ensino médio integrado e ensino técnico) e superior (graduação e pós-graduação). Este ano, em sua terceira edição, o evento terá como tema “A contrarreforma do Ensino Médio”, e vai abranger, em sua programação, o I seminário “A Sociologia e a Filosofia na Educação Profissional”, voltado também para a comunidade externa. O Seminário contará com apresentação de trabalhos e relatos de experiências, além de uma plenária em defesa da Educação Profissional Integrada de alta qualidade no Brasil.

Palestrantes já confirmados no evento: Prof. Dr. Carlos Roberto Jamil Cury (PUC-MG), Prof. Dr. Domingos Leite Lima Filho (UFTPR), Profa. Dra. Maria Ciavatta (UFF), Prof. Dr. Mauro Augusto Burkert Del Pino (UFPel).

As inscrições para a apresentação oral de trabalhos encontram-se abertas. O tema para as mesas de comunicação é livre (considerando a temática geral do Seminário).

Período de Realização: 22 a 26 de agosto de 2017

Local de realização: CEFET-MG – Campus I, Belo Horizonte/MG

DATAS IMPORTANTES:

Prazo para envio de resumos: de 26 de maio até 16 de junho de 2017

Divulgação do resultado dos resumos selecionados: 20 de junho de 2017

Envio das cartas de aceite: 21 de junho de 2017

Prazo para inscrições de ouvintes: até 21 de agosto de 2017

 

Maiores informações:

página: http://www.semanacienciasociaisefilosofia.cefetmg.br

E-mail:

seminariosocifiloep@gmail.com

Telefone: +55 (31) 3319-7138

 

Links dos eventos no facebook:

https://www.facebook.com/events/438819416481574

https://www.facebook.com/events/979573788812451

 

02/06/2017 19:34

IFSC promove I Mostra de Artes e Diversidade.

Programação
08h – Exposição da I Mostra de Artes
e Diversidade.
10h – “Gênero e Diversidade: do que
estamos falando?”
Professora Patrícia Rosa
(Doutora em Filosofia/ IFSC)
12h – Mente Aberta
“LGBTfobia na escola.” Grêmio

14h – “Sexualidade(s): Da re-significação
ao protagonismo político.”
Kelly Vieira Meira (Lefis/ UFSC)
16h – “Travestilidade, Transexualidade,
processo Trans-sexualizador e Direitos.”
Lirous K’yo Fonseca Ávila
(Presidenta da ADEH)

Realização: Comitê de Ações Afirmativas
Grêmio Estudantil
Napne/ Núcleo de Inclusão
Local: Auditório do IFSC
Campus Florianópolis

17/05/2017 16:15

Lefis promove curso:

“Introdução ao audiovisual aplicado à pesquisa em Ciências Sociais.”

Confira!

17/05/2017 15:23

Para erradicar o preconceito: basta a simples reflexão.

Por: Portal Catarinas

Uma intensa agenda mobiliza a comunidade que luta pelos direitos da população LGBTTI nesta semana do 17 de maio, dia mundial de luta contra a homofobia. A data foi integrada ao calendário por que marca a exclusão, em 1990, da homossexualidade, lesbianidade e bissexualidade (orientações sexuais) da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde (CID) pela Organização Mundial da Saúde (OMS).  No ano seguinte, o Brasil oficializou a data por decreto e em 2008, o dia contra a homofobia passou a integrar também o  Calendário Oficial de Eventos Anuais de Florianópolis após lei municipal. Desde então, todos os anos, são realizadas ações pela ampliação dos direitos civis igualitários para a população LGBT.

Semana concentra programação do dia mundial contra LGBTfobias.

Confira a agenda completa do mês de maio.

 

Atenção: a SAAD realizará as seguintes ações para o dia 17 de maio:

  • a partir das 11:30, em frente ao Prédio I da Reitoria, a Coordenadoria de Diversidade Sexual e Enfrentamento à Violência de Gênero da SAAD realizará um ato performático em memória às vítimas de homofobia de 2017 no Brasil. Neste ato serão lidos os nomes e as condições de morte de cada vítima em uma ficha a ser pendurada e exposta num varal imediatamente após a leitura.
  • mesa de debate denominada “17 DE MAIO: CURA OU NÃO CURA: OS REFLEXOS  DA

PATOLOGIZAÇÃO  DA  HOMOSSEXUALIDADE  E  DAS  IDENTIDADES  TRANS”.  O

debate será transmitido ao vivo a partir das 19h em link a ser disponibilizado na página da SAAD (https://www.facebook.com/ufscsaad/). 

  • Distribuição do banner referente ao acolhimento da diversidade sexual na UFSC em panfleto (anexo), afixação e divulgação do mesmo em cada Centro de
  • Reforço junto à comunidade Universitária do direito ao uso do nome social, conforme artigo 1° da Resolução Normativa n° 59/CUn/2015:

“Art. 1º Fica assegurada a possibilidade de uso do nome social para pessoas trans (travestis, transexuais e transgêneros) nos registros, documentos e atos da vida acadêmica, em qualquer nível de ensino ou atividade acadêmica na forma disciplinada por esta Resolução Normativa. Parágrafo único. para fins do disposto nesta Resolução Normativa, entende-se por nome social o nome adotado pela pessoa, pelo qual se identifica e é identificada na comunidade, diferente  do registro civil”.

 

 

 

 

08/05/2017 05:29

Curso:” As potencialidades pedagógicas da sociologia da educação: discutindo estratégias de ensino no EM a partir de pesquisas recentes na área”

Operários, de Tarsila do Amaral.

Objetivo: A partir da apresentação de pesquisas de referência na área da sociologia da educação, discutiremos experiências e problemas práticos de ensino e de relação com os estudantes, ligados às temáticas dos textos apresentados, que surgem no cotidiano do ensino médio público em nossa cidade. Desse modo, tanto a partir do conhecimento dessas pesquisas, quanto da discussão sobre essas experiências e problemas práticos, os participantes do minicurso poderão elaborar e trocar ideias e experiências entre si que apontem para possíveis formas de lidar com questões de ensino e de relação com estudantes no ensino médio público.

Público a que se destinaEstudantes de licenciaturas ou de pedagogia, coordenadores/diretores de colégios e professores do ensino médio (de qualquer disciplina).

Ministrante: Prof. Dr Eduardo Bonaldi – SPO/UFSC

ModalidadeSemipresencial

Carga Horária: 12 horas (presencial) 08 horas (online)

Período: De 08/06 a 27/07

Atividades presenciais: quintas feiras – 08/06, 22/06, 29/06 e 06/07  – das 14 às 17 horas

Modalidade online (08/06 a 27/07)

Ementa: Sociologia da educação: as dinâmicas contemporâneas da reprodução das desigualdades de classe, de gênero e de raça em processos educacionais e estabelecimentos escolares.

Local: EEB Simão Hess

Bibliografia:*

08/06 – Willis, Paul. Os elementos de uma cultura in _____ . Aprendendo a ser trabalhador: Escola, resistência e reprodução social Porto Alegre: Artes Médicas, 1991. pp. 23-72.

22/06 – Senkevics, Adriano. Lavar a louça ou brincar na rua? Gênero, família e escola em camadas populares de São Paulo GT de Sociologia da Educação Comunicação apresentada na 37º Reunião Anual da ANPED, Florianópolis, 2015.

29/06 – Becker, Howard. Variações de classe social na relação professor-aluno. [tradução de Humberto Garcia em publicação]

06/06 – Brito, Rosimeire dos Santos. Gênero, raça e fracasso escolar: algumas articulações analíticas Comunicação apresentada no 3º Congresso Internacional de Educação, Ponta Grossa, Paraná, 2011.

Observação*  Dada a carga horária e as atribuições de trabalho docente da maioria dos participantes do curso, a leitura dos textos não é obrigatória para o acompanhamento do mesmo, constituindo-se, portanto, apenas como recomendação para àqueles que disponham do tempo necessário para tanto.

As inscrições podem ser feitas pelo seguinte link (copie e cole no seu navegador):

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdKD1omNp6A-KRsk7QR2zhgkIeHmqOlY4ns8mJn7lYIWEwqQA/viewform?usp=sf_link

08/05/2017 05:16

Curso de Extensão:

Interpretação, Natureza e Intencionalidade: O pensamento reflexivo como guia no processo pedagógico nas Humanidades

 

  • Página 2 de 4
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4